Amplamente utilizado em vias públicas, como rodovias, avenidas, rodovias e principalmente corredores de ônibus, o concreto asfáltico é conhecido por manter a preservação dos veículos e da própria estrada, ao mesmo tempo em que minimiza os danos.

Existem dois tipos de pavimentos, o rígido e o flexível. O pavimento rígido é um revestimento composto por placas de concreto de Cimento Portland (PCS) que pode durar até 30 anos; Já o pavimento flexível é composto por revestimento asfáltico (CAUQ) em uma estrutura de múltiplas camadas que dura, aproximadamente, 10 anos.

É sempre bom andar em ruas, avenidas e rodovias bem pavimentadas. Mas você sabe qual o tipo pavimentação utilizado na sua rua?

Pavimento flexível

Pode-se definir o pavimento flexível como uma estrutura com múltiplas camadas, a qual irá resistir e distribuir os esforços solicitantes da faixa de rolamento (a camada que efetivamente tem contato com os veículos e pedestres que utilizam a via) para o solo, além de impermeabilizar a seção da via, evitando a erosão causada pelo tráfego e pelas intempéries no solo.

Em um pavimento flexível, os esforços são distribuídos em parcelas equivalentes através das camadas, que trabalham em conjunto. O material mais comum para este tipo de pavimentação é o asfalto.

Pavimento rígido

Os pavimentos rígidos trabalham de uma maneira diferente dos flexíveis, distribuindo os esforços solicitantes  do tráfego por uma área maior (ao invés de concentrá-los no ponto de aplicação, como nos flexíveis). Dessa maneira, tem uma durabilidade muito maior em comparação com os pavimentos flexíveis (30 anos contra 10 anos, respectivamente), compensando o maior custo do concreto utilizado, em comparação com o asfalto.

O pavimento flexível requer maior número de manutenções, possui superfície mais escorregadia quando molhada e menor índice de reflexão de luz. Porém, o pavimento flexível já possui sua tecnologia consolidada no meio técnico, o que garante uma adequação execução.

Já o pavimento rígido exige menos intervenções de manutenção, auxilia na difusão de luz, ou seja, no período noturno pode auxiliar a iluminação das vias e ainda fornece boa aderência entre o pneu e o pavimento. Contudo, o pavimento rígido requer um elevado e adequado controle de execução para garantia de seu sucesso.

No Brasil, o pavimento flexível ainda é mais utilizado do que o pavimento rígido. Sabe-se que o pavimento de concreto teve seu momento de destaque na década de 50, e após esse período, a produção de cimento foi direcionada a indústria da construção civil. O pavimento asfáltico foi impulsionado pelo surgimento de tecnologia em equipamentos e mão de obra, conta a professora de engenharia civil.

O que analisar na hora de escolher a pavimentação ideal

  • Volume de tráfego;
  • Técnica adotada;
  • Viabilidade econômica;
  • Qualidade dos materiais para execução;
  • Geometria do local.

PORQUE ALD PERÍCIAS?

Especialista em laudos, procedimentos de avaliações de bens urbanos ou rurais, perícias técnicas de engenharia, pericia de trincas, rachaduras e fissuras e assistência técnica jurídica, a ALD Avaliações e Perícias de Engenharia é pautada pela seriedade, bem como responsabilidade e experiência em seus trabalhos.

Elaboração de Laudos de análises estruturais, verificação de patologias construtivas em imóveis particulares ou empresariais, recuperação de estruturas, desapropriações e vistorias técnicas, são exemplos de trabalhos constantemente desenvolvidos pela empresa.

Buscamos sempre o melhor caminho para a resolução da exigência de nossos clientes, guiados continuamente pelos requisitos técnicos especificados pelos órgãos e conselhos regulamentadores da profissão.

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Telefones: (31) 2531.4417 / (31) 99919.6961

Email: [email protected]

Segunda a Sexta: 08:00 ás 19:00

.